Todos os anos tem como resolução criar um plano de poupança anual que nunca chega a concretizar? Faça de 2016 um ano diferente! Se ainda não começou a amealhar para cumprir os seus desejos e objetivos, continua a tempo de pôr em prática estas ideias para poupar.

 

 

O Desafio das 52 Semanas

Certamente já deu de caras com o “Desafio das 52 Semanas”, que tanto tem dado que falar neste início de ano. Este plano promete ajudá-lo a poupar cerca de 1.378 euros anuais. Mas como? O ano tem 52 semanas e a ideia deste desafio é poupar a cada semana do ano o valor em euros correspondente a essa semana. Isto é, na primeira semana poupa 1 euro, na segunda 2 euros e assim sucessivamente até à 52ª semana em que deverá poupar 52 euros.

Se já está a fazer contas e a pensar que será impossível poupar 202 euros nas últimas quatro semanas do ano, não se preocupe: pode adaptar este plano às suas possilidades. Por exemplo, pode poupar de 50 em 50 cêntimos, o que no final do ano lhe permitirá juntar cerca de 689 euros.

Outra ideia seria aumentar os valores iniciais nos primeiros dois meses. Assim, ao invés de poupar apenas 10 e 26 euros respetivamente, poderia aumentar à sua vontade estes valores e depois subtrair a poupança extra nas semanas mais difíceis.

Crie o seu próprio plano de poupança

Para que possa criar um verdadeiro sistema de poupança, deve começar por conhecer bem o total dos seus rendimentos e das suas despesas mensais obrigatórias, bem como os gastos supérfluos. De seguida, estabeleça objetivos: por exemplo, proponha-se poupar 1.040 euros num ano, o que equivale a 20 euros por semana, cerca de 80 euros por mês.

Parece-lhe muito? É aqui que entra o controlo dos gastos supérfluos. Veja onde pode reduzir as despesas: por vezes a alteração de pequenos hábitos pode diminuir os gastos sem que isso implique privar-se do que mais gosta. Lembre-se de colocar este valor no “mealheiro” logo no início de cada mês, assim minimiza as hipóteses de se descontrolar e gastar demais antes de conseguir poupar.

Adapte os planos e objetivos de poupança às suas necessidades e possibilidades, para que nunca lhe falte a motivação. Na poupança o difícil é começar, mas quando vir o seu dinheiro a crescer verá que vale a pena!